Últimas Notícias

Por professor de Ensino Religioso, pastor Mário Alberto Melo de Melo. | Postado em: 05/06 - 14:10
Artigo de opinião: Meio Ambiente e a Fé Cristã!
Neste dia 05 de junho celebra-se o Dia do Meio Ambiente, confira um artigo de opinião, escrito pelo nosso professor de Ensino Religioso.

O dia 05 de junho é marcado como o Dia Mundial do Meio Ambiente.  Em 15 de dezembro de 1972, em Estocolmo, Suécia, aconteceu a Assembleia Geral das Nações Unidas. A temática central dessa foi o Ambiente Humano. A partir de todas essas reflexões sobre o assunto, surgiu a 27º resolução, que previu a criação do Dia Mundial do Meio Ambiente. Essa resolução tornou o assunto relevante em nível mundial. O que antes poderia ser apenas uma reflexão isolada, passou a ser uma temática preocupante para o mundo inteiro.

É interessante observarmos que o assunto Meio Ambiente tem tudo a ver com a Fé Cristã. Quando olhamos as escrituras, percebemos que a Criação de Deus começou em um Jardim. É nesse ambiente rural que se desenvolve o início da história de Deus com o ser Humano. É interessante observarmos que Deus, ao criar esse Jardim deu ao homem atribuições, entre elas zelar, cultivar o Jardim e dar nome aos animais, cf. Gn 2.15, 19-20. 

Também no decorrer da história de Deus com o seu povo, iremos perceber que o próprio Deus manteve uma indicação ao homem para cuidar do Meio Ambiente. Quando olhamos para as Leis do Antigo Testamento, iremos observar que grande parte delas têm a ver com o cuidado com a Natureza. Por exemplo, em Levíticos 25.1-7, temos instruções precisas da parte de Deus para o cultivo do solo e para o descanso do solo. O que hoje chamamos de Rotatividade do Solo para recuperação do mesmo já havia sido descrito por Deus como indicação para nós. Igualmente em Deuteronômio 23.12-13, nos é dado instruções precisas de como lidarmos com dejetos humanos sanitariamente adequado.

Também no Novo Testamento iremos observar o Meio Ambiente como algo que ocupa as páginas dos Evangelhos. Jesus faz menção de diversas parábolas utilizando a linguagem rural para exemplificar o Reino de Deus. Entre muitas, cito as mais conhecidas, a Parábola do Semeador, Mc 4.3-9, onde é descrito diferentes solos, e a Parábola do Joio e Trigo Mt 13.24-30, onde é descrito a cultura do trigo e como é feita a sua colheita. Também observamos no evangelho a preocupação com o desperdício de alimento, onde na primeira Multiplicação dos Pães e Peixes Jesus ordena que os discípulos recolham as sobras do que as multidões comeram, cf Mc 6.30-44. 

Quando olhamos para as últimas páginas da Bíblia, no livro de Apocalipse, iremos ter o relato de uma cidade chamada Nova Jerusalém. No meio dela existe um Rio de Água límpida, também existe uma árvore frutífera de onde os frutos alimentam as nações e as folhas curam as nações, cf. Ap 22.

 O que de fato nos chama a atenção em todas essas ordens e indicações deixadas por Deus para todos nós, é que Deus está nos dizendo que eu e você fazemos parte do Meio Ambiente e que de maneira significativa, temos responsabilidade para com ele. O lixo que é jogado na rua pode não ser o meu lixo, mas está no meu planeta, logo é minha responsabilidade juntá-lo. A água que eu desperdiço, pode e vai fazer falta para alguém. O papel de bala que eu deixo de jogar no lixo e deixo na rua, irá entupir o bueiro e causar alagamentos e desastres naturais. 

Como Luteranos, temos uma vocação antiga com o meio ambiente. Colonizar a terra de maneira consciente faz parte de nossa história. O Colégio Luterano Rui Barbosa, desenvolve junto aos estudantes professores e colaboradores, uma consciência ecologicamente correta e sustentável, porque todos nós fazemos parte dessa linda casa chamada Terra.

Outras Notícias

Colégio Rui Barbosa © Copyright 2020 Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Acesso Restrito